sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Sócrates fala em crime de violação do segredo de justiça






O primeiro-ministro acusou hoje a oposição de aproveitar crimes de violação de segredo de justiça para atacar o Governo, mas em momento algum repetiu a expressão "espionagem política" utilizada pelo ministro da Economia.

O caso das escutas realizadas no âmbito do processo Face Oculta voltou a ser levado pelo BE ao Parlamento, com o líder bloquista, Francisco Louçã, a ir directo ao assunto no debate quinzenal, questionando o primeiro-ministro se já fez queixa judicial contra "o gravíssimo crime de espionagem política de que foi alvo nos últimos meses".