quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Carlos Silvino “nem um copo de água aceitava na PJ

O presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária (ASFIC/PJ) revelou que Carlos Silvino sempre se recusou a receber as refeições da PJ e que “nem um copo de água aceitava”, porque “dizia que tinha medo de ser morto”. Carlos Garcia disse não dar, assim, “qualquer crédito” às declarações do antigo motorista da Casa Pia, que veio agora garantir que foi obrigado a mentir para suportar as acusações no processo.