terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Renato Seabra já usa farda prisional e algemas

As visitas são condicionadas. Os reclusos vestem farda cor-de-laranja, estão algemados à cintura e as redes de telemóvel não funcionam. É neste ambiente que Renato Seabra aguarda pelos desenvolvimentos do processo judicial que ditará o seu futuro.

Apesar de integrada num edifício hospitalar, a ala prisional do Bellevue Hospital Center onde o modelo continua detido é em tudo igual a uma convencional prisão norte-americana, com fortes sistemas de segurança. O único acesso às celas, onde está o autor confesso do homicídio de Carlos Castro, é controlado por portas automáticas de grades brancas que os guardas prisionais abrem ou fecham a partir de uma pequena sala de vigilância protegida com vidros à prova de bala.