quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Governo injetou mais mil milhões de euros no BPN



O Governo injetou mais mil milhões de euros no BPN. O buraco está cada vez maior e pode vir custar ao bolso dos portugueses sete mil milhões. As verbas são reveladas no último relatório da Unidade Técnica de Apoio Orçamental da Assembleia da República. O Estado transferiu no final do ano mais 1,33 mil milhões de euros para a Parvalorem e a Parups, sociedades criadas precisamente para adquirir o chamado "lixo tóxico" do BPN.

São os activos em princípio não recuperáveis que o BIC não quis na reprivatização e que foram assumidos pelo Estado. Esta verba será para pagar empréstimos junto da Caixa Geral de Depósitos.
A nacionalização do BPN terá já custado assim mais de 5 mil milhões ao Estado, ou seja, aos portugueses e admite-se que os custos possam chegar aos 7 mil milhões.

Nota de bloguista:  E o povo continua a pagar, os responsáveis, esses continuam impunes, alguns vão continuar a usar de estratagemas para lesar este mesmo povo num qualquer cargo público, elegido por um governo que já deveria ter tido a coragem de responsabilizar todos os que contribuiram para a degradação de PORTUGAL.