terça-feira, 11 de junho de 2013

Autoridades alemãs «protegem políticos corruptos», diz jornal



As autoridades judiciais alemãs negaram a Ana Gomes, eurodeputada do PS, acesso à sentença do processo sobre a venda de submarinos alemães a vários países, entre eles Portugal.
A eurodeputada, que é assistente na investigação em Portugal, não esconde a surpresa: «Tenho indicação de que eles sabem quem recebeu as comissões, nomeadamente os políticos».
Há suspeitas de 25 milhões em comissões no processo português, refere a fonte.
A eurodeputada diz que os alemães sabem que políticos receberam luvas.
Paulo Portas, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, assinou contrato dos submarinos em 2004, recorda matutino.

 

Nota de bloguista: Caso de submarinos fica "em águas de bacalhau"...