sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Magistrados que destruíram escutas a Sócrates foram à apresentação do livro

http://4.bp.blogspot.com/_2BiKrL1sEbg/S4H-vo8W26I/AAAAAAAAAmg/X5pYAf4cF9s/s320/faceoculta1.jpg

Noronha do Nascimento, ex-presidente do Supremo Tribunal de Justiça, que ordenou a destruição das escutas a José Sócrates, e Pinto Monteiro, ex-procurador-geral que cumpriu a ordem, foram à apresentação do livro do ex-primeiro-ministro.
Foram duas figuras-chave no processo das escutas que apanharam as conversas de José Sócrates com Armando Vara, onde, entre outras, foi discutida a eventual compra da TVI e um plano para controlar a comunicação social. Agora estão ambos fora do ativo. Talvez por isso, Noronha do Nascimento e Pinto Monteiro estiveram ontem presentes no lançamento do livro de José Sócrates, no Museu da Eletricidade.

Nota de bloguista: Pois aqui fica bem patente que quando há muita confidencialidade entre a justiça e alguns políticos que cometem crimes contra o estado direito e saem deles sem que nada lhes aconteça quando se tem proteções assim.