sexta-feira, 15 de julho de 2016

Mohamed Bouhlel: tunisino, desempregado. Fez 84 mortos em Nice

Manifestação contra a escravatura em Portugal

Tunisino acelerou contra a multidão em Nice ao volante de um camião. Vítimas de várias nacionalidades, incluindo um português
Foi identificado como Mohamed Lahouaiej Bouhlel o tunisino que, na noite de quinta-feira, acelerou contra a multidão que, em Nice, se concentrara na Promenade des Anglais para assistir ao fogo-de-artifício. De 31 anos, Bouhlel conseguiu assassinar pelo menos 84 pessoas ao volante de um camião. Mais de 50 crianças e adolescentes estão internadas e várias terão morrido. Entre os feridos, há pelo menos um cidadão português.
O terrorista foi abatido pela polícia

Nota de bloguista: As políticas de cada governo e a sociedade têm culpa na existência do terrorismo, na desigualdade de direitos para com o povo, é por isso que são autênticas máquinas de fazer terroristas. Cada vez existe mais desigualdade no que toca aos Direitos Humanos. Pois enquanto não houver igualdade para todos os que vivem neste mundo irão sempre haver terroristas, porque somos nós humanos que os criamos, para que possam estar a qualquer esquina para nos abaterem a qualquer momento, por aquilo que lhes fizemos, porque estão prontos para morrer pela revolta que têm pela sociedade.
Tudo isto não implica que estes atos não sejam condenáveis.