sábado, 31 de outubro de 2009

O triângulo maravilha...


Soube-se recentemente que o Armando Vara ganhava anualmente 250 mil euros na Caixa Geral de Depósitos, uma quantia simpática, mas com a sua “transferência” para o BCP duplicou este valor para o meio milhão. O Engenheiro que considera que o assunto que não diz respeito ao estado e não gosta de inveja social, nada tem a dizer sobre o assunto. Também nada terá a dizer certamente de, na EDP, uma empresa que já foi de todos nós e que é de interesse estratégico para o país, haver quem ganhe num dia tanto como a média dos trabalhadores num mês.





Vítor Constâncio atento a Armando Vara


O governador do Banco de Portugal está averiguar o papel de Armando Vara no processo "Face Oculta". Enquanto regulador, Vítor Constâncio questiona a idoneidade do vice-presidente do BCP, que é arguido neste processo de corrupção.