quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Caução de 50 mil euros para sobrinho do principal suspeito

Justiça para ricos

O juiz de instrução do processo Face Oculta fixou, esta quinta-feira, uma caução de 50 mil euros para Hugo Sá Godinho, sobrinho do principal arguido, o empresário de sucatas Manuel Godinho.

Segundo a investigação, Hugo Sá Godinho terá integrado o núcleo que desde a primeira hora conheceu os planos do seu tio e a eles aderiu.

Seguindo instruções de Manuel Godinho, terá negociado com um funcionário dos estaleiros de Setúbal as contrapartidas para retirar 100 toneladas de resíduos ferrosos como se de lixo se tratasse.

Também terá sido apanhado a subornar um encarregado de obra na zona de Viseu para adulteração da pesagem de resíduos.