quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Associação Sol: directora acusada de maus tratos a crianças

Presidente - Teresa D’almeida
A Associação Sol, que apoia crianças infectadas pelo vírus da sida.





chapadas e maus tratos generalizados a crianças seropositivas com idades entre os seis meses e os 15 anos que vivem na Casa Sol, em Lisboa.

Estas foram as situações descritas à PSP por três funcionárias da instituição. Segundo o Expresso apurou, as queixosas são uma auxiliar de ação educativa, a motorista e uma empregada de limpeza, com vários anos de casa. As três acabaram despedidas depois de terem apresentado queixa na esquadra do Calvário.

Outra funcionária já tinha sido suspensa

As acusadas são uma auxiliar de ação educativa, uma psicóloga e a diretora da Casa Sol, que não sofreram qualquer sanção. Mas em janeiro, uma outra auxiliar de ação educativa, denunciada pelas mesmas queixosas, foi suspensa sob suspeita de maus tratos. "Está a decorrer um processo interno de averiguações e se as suspeitas foram confirmadas será despedida", diz a presidente da Sol. No entanto, o Expresso sabe que a Comissão de Proteção de Crianças não foi informada desta situação.