quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Detido jornalista grego que publicou a "lista Lagarde

Um jornalista grego foi detido este Domingo por ter revelado os nomes de uma lista de cidadãos com contas bancárias na Suíça

 O jornalista Kostas Vaxevanis publicou os 2.059 nomes da lista entregue ao Governo grego, em 2010, por Christine Lagarde, na altura ministra das Finanças de França.

 O anúncio de que o gabinete de procurador de Atenas ordenou um inquérito à publicação da lista pela revista HotDoc indignou muitos gregos e dominou os comentários nas redes sociais.
"Em vez de prenderem os ladrões e os ministros que violam a lei, querem prender a verdade", escreveu o jornalista na sua conta no Twitter no sábado à noite.

 A lista faz parte de um conjunto de documentos revelado por um funcionário do banco HSBC na Suíça e foi entregue ao Governo grego em 2010 pela ex-ministra francesa e actual directora do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O ministro das Finanças grego à época, George Papaconstantinou, disse na quarta-feira passada no Parlamento não saber o que aconteceu ao original da "lista Lagarde".

No mesmo dia, o actual ministro das Finanças, Yannis Stournaras, disse ter pedido a França que envie uma cópia.

 O Governo de coligação grego saído das eleições de Junho começou por afastar a possibilidade de agir judicialmente contra as pessoas que constam da lista, por evasão fiscal, alegando que ela foi obtida ilegalmente.

 Mas a indignação de muitos gregos com o que consideraram ser uma tentativa de encobrimento do caso.

 Nota de bloguista: a lista foi obtida ilegalmente? Arranjem uma lista legal, ora essa! Quer dizer, não havendo uma lista legal... não ha evasão fiscal? Daaaahhhh