sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Juiz Carlos Alexandre acusado por falar a verdade


Para o antigo primeiro-ministro, quando o juiz Carlos Alexandre se referiu à sua situação financeira para dizer que não tem dinheiro “em contas de amigos”, não restam dúvidas que estaria a fazer insinuações sobre o caso Sócrates. “Uma insinuação covarde e torpe”, considerou o principal arguido da Operação Marquês.

O antigo primeiro-ministro repetiu várias vezes que a insinuação era “gravíssima” e considera que o magistrado “faltou e falhou aos seus deveres”.

Sócrates sublinhou que o juiz do processo está proibido de fazer publicamente juízos de culpabilidade e, no entanto, continua, “fê-lo, de uma forma tão covarde”. “Fingindo que não estava a falar do processo e afinal estava”, acrescenta.

“Fê-lo sem haver acusação, sem haver julgamento”, sublinha. O ex-primeiro-ministro não hesitou em afirmar que o magistrado “abusou do seu poder e ultrapassou todas as fronteiras”.

Veja aqui a notícia completa.

Nota de bloguista: Todos estes processos sobre pessoas influentes e poderosas envolvem sempre uma teia à volta de todos os trabalhos executados pelos bons juizes que ainda temos, estragando-lhes toda a investigação, acabando eles por serem os maus da fita, por condenarem estas pessoas pelos seus crimes.
Espero que todo o processo não vá por água a baixo.

Clique aqui e veja o que aconteceu com o juiz Rui Teixeira do processo Casa Pia.