sábado, 29 de outubro de 2016

Adjunto de Costa no Governo declarou licenciatura falsa


O adjunto para os Assuntos Regionais do gabinete do primeiro-ministro declarou ser licenciado sem ter completado o curso. No despacho de nomeação assinado por António Costa e publicado em Diário da República, Rui Lizardo Roque é apresentado como “licenciado” e, na nota curricular do mesmo documento, é especificado que a licenciatura é em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pela Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC). O Observador apurou, no entanto, junto de várias fontes — incluindo académicas — que o adjunto de Costa nunca terminou a licenciatura.

Rui Roque estudou, de facto, Engenharia Eletrotécnica na FCTUC, mas faltam-lhe várias cadeiras para concluir o curso, segundo informações cruzadas pelo Observador. No ano de 1997/1998, entrou na FCTUC para o curso de Engenharia Física, mas mudou passado um ano para o curso de Engenharia Eletrotécnica. O adjunto ganha €3.512,42 brutos segundo o portal do Governo, o que corresponde a €2083,39 líquidos.

Nota de bloguista: Vejam só os sucessivos governos que nós elegemos, como eles se tornam todos numa família, lapidando o governo com grandes salários, considerando-se todos doutores à conta do povo, e não passam de uns charlatões, é por isso que as empresas no nosso país estão no estado em que estão porque as instituições não funcionam, vivemos num país corrupto.