sábado, 20 de outubro de 2012

Otelo avisa que uma revolução está latente e não irá ser pacífica como o 25 de abril

Otelo Saraiva de Carvalho acha que o Governo está a violar a Constituição, de que as Forças Armadas são "guardiãs", e avisa que uma revolução "está latente" e não deverá ser pacífica como o 25 de abril. Em entrevista à Agência Lusa, no dia em que militares se reúnem para discutir a situação atual e as suas repercussões nas Forças Armadas, o célebre "capitão de Abril" diz que é diariamente confrontado com "anónimos" que o convidam a fazer uma nova revolução, "agora sem cravos".Esta ideia de  uma nova revolução "está latente", disse Otelo.