sábado, 8 de dezembro de 2012

Deputado brasileiro formaliza denúncia sobre depósito de 25 milhões em Portugal

O deputado brasileiro Anthony Garotinho formalizou hoje à Polícia Federal a denúncia de que a ex-chefe do gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha, suspeita de corrupção, terá depositado 25 milhões de euros em Portugal.
"Foi enviado hoje um ofício à Polícia Federal [no qual] relato que fui procurado por um polícia federal reformado, que me contou essa história. Eu pedi mais informações e ele disse que não poderia contar mais pelo telefone e pediu um encontro comigo, e nós nos encontrámos", afirmou o deputado à Agência Lusa, pelo telefone, de Brasília.
De acordo com Garotinho, o polícia reformado que o procurou contou que Rosemary Noronha depositou numa agência do Banco Espírito Santo (BES), na cidade do Porto, a quantia de 25 milhões de euros.
A ex-funcionária terá feito essa quantia entrar no país através de uma mala diplomática.
 "O destinatário do dinheiro não é a Rosemary, ela apenas foi encarregada de transportar o dinheiro na mala diplomática", sublinhou o deputado do Partido da República (PR, na oposição), limitando-se a dizer que o destinatário da quantia era uma "alta autoridade brasileira".

Nota de bloguista:  O Brasil nunca será um país decente enquanto alguns acharem normal alguém ter cometido tantas irregularidades (ou até mesmo crimes), enquanto ocupava a Presidência da República.