sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Grândola, Vila Morena" interrompe Passos Coelho no debate quinzenal




O debate quinzenal desta sexta-feira de manhã fica marcado por um
momento simbólico, anunciado minutos antes, nas redes sociais.

Durante uma intervenção, o primeiro-ministro foi
interrompido
por um grupo de manifestantes que cantaram a "Grândola,
Vila Morena" nas galerias do hemiciclo. Tratou-se de uma intervenção
popular organizada pelo movimento "Que se lixe a Troika", em protesto
contra os elevados números do desemprego e da recessão, anunciados esta
semana.
Perante as acusações feitas por Passos Coelho durante o debate quinzenal, o líder do PS ripostou que "o país não precisa de um primeiro-ministro que continue a fazer oposição ao passado" e que utilize como argumento "coisas que aconteceram há quatro anos". o país ultrapassou os 900 mil desempregados.